25 de jul de 2011

Análise do Mercado de Trabalho

As consultas da Análise Mensal e Anual do Mercado de Trabalho têm como objetivo permitir o acompanhamento da flutuação do emprego formal de âmbito Nacional, a partir das informações disponíveis no CAGED - Cadastro Geral de Empregados e Desempregados. 
Representa a análise mensal do comportamento do mercado de trabalho em suas diversas variáveis de agregação. Subdivide-se nos seguintes documentos: Análise Mensal do Trabalho, Sumário Executivo e Análise Estadual de Emprego, especificados abaixo:
·         Análise Mensal do Mercado de Trabalho: análise do comportamento do mercado de trabalho formal, para um determinado mês, destacando as sazonalidades temporais, regionais e setoriais.
·         Análise Estadual do Mercado de Trabalho: análise do comportamento do mercado de trabalho formal de um estado específico, destacando os aspectos setoriais da variável geográfica selecionada.
·         Sumário Executivo: relatório sumarizado que contempla a panorâmica sobre o mercado de trabalho formal CLT, em nível geográfico (Brasil, Região Geográfica, UF e Região Metropolitana) para o mês, no ano e últimos 12 meses.
O autor do artigo “Analise do Mercado de Trabalho”, faz um panorama conjuntural do mercado de trabalho brasileiro durante o terceiro trimestre de (julho a setembro) de 2010, tendo como objetivo de distinguir a evolução dos indicadores, realizando uma comparação com o ano de 2010 e o ano de 2009.
Comparando o terceiro trimestre de 2010 ao de 2009 percebe-se que a taxa de desemprego e da contratação informal, aumento no crescimento de ocupações e dos rendimentos reais, sendo uma das melhores marcas ocorridas nos últimos anos.
A observação feita ao Cadastro Geral de Empregados e Desempregados – CAGED, do Ministério do Trabalho e Emprego – TEM, no mesmo período mencionado acima, percebe-se divergências em relação a Pesquisa Mensal de Emprego – PME, pois na industria e no comercio, mostra que houve piora nesse período, e no CAGED as informações são positivas. Percebe-se também que há uma pequena diferença entre a pesquisa nas regiões metropolitanas e as apenas regionais, houve uma queda.
Os indicadores apontam um bom desempenho no mercado de trabalho brasileiro no terceiro trimestre de 2010, quando comparados ao desempenho do mercado de 2009, mostrando um comportamento similar ao assinalado no período anterior a crise ocorrida no ultimo trimestre de 2008.
Em janeiro de 2011, fazendo um breve comentário, também teve um índice de aumento de 0,42% em relação ao mês de dezembro de 2010, sendo o segundo melhor de acordo com o histórico do CAGED, sendo superado apenas pelo observado acima em 2010, com mais 181.419 (cento e oitenta e um mil, quatrocentos e dezenove) postos.